Últimos dias pra se inscrever!

EDITAIS DA SECULT

Videoconferência debate editais da SECULT

Encontro reúne representantes do Fundo de Cultura da Bahia, FUNCEB, FPC, IPAC, IRDEB e Núcleo de Culturas Populares e Identitárias

Dando seguimento à série de Videoconferências 2010, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) convoca as demais unidades da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA) para apresentar os 18 editais de apoio à produção cultural lançados em conjunto, com recursos do Fundo de Cultura. A Videoconferência Editais Fundo de Cultura 2010 reunirá representantes da FUNCEB, Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), Fundação Pedro Calmon (FPC), Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB) e Núcleo de Culturas Populares e Identitárias (NCI/SecultBA). Na próxima segunda-feira, 17 de maio, das 9h30 às 12 horas, estará aberto este espaço de diálogo público sobre a política de editais, com elucidação das características, mecanismos e objetivos desta importante ferramenta de apoio à cultura. A participação é gratuita e aberta a quaisquer interessados.

Os editais estão com inscrições abertas e contemplam as artes cênicas, circenses, visuais, dança, música, literatura, áudio, audiovisual, museus e patrimônio, cultura negra, cultura LGBT, residência e intercâmbio e somam um investimento total de R$ 9 milhões. Além da fala preparada por cada membro presente, o público poderá contribuir com suas opiniões e dúvidas, estreitando a relação entre a sociedade civil e a gestão pública estadual para o estabelecimento em conjunto de estratégias e aplicações da política cultural da Bahia.

A sessão será realizada a partir do auditório do Instituto Anísio Teixeira – IAT, em parceria com a Secretaria de Educação – SEC, com participantes presentes no local, em Salvador, ou em uma das salas de transmissão localizadas em 29 municípios do interior da Bahia. O público também pode assistir às videoconferências e enviar perguntas pela internet, através do endereço http://ead.sec.ba.gov.br/media.

O projeto se alinha à política de descentralização e interiorização adotada pelo Governo do Estado e busca também ampliar a presença dos órgãos gestores de cultura em todo o território baiano. A parceria com a SEC se dá através do programa Rede Educação, que democratiza ações educacionais com soluções tecnológicas que promovem a Educação à Distância.

“Um grande desafio da FUNCEB, em consonância com a política da gestão da SECULT, é consolidar ações estruturantes para a cultura do Estado. Para tanto, são fundamentais a aproximação com a classe artística e a capacitação de atores neste processo. As videoconferências se apresentam como mais um instrumento que colabora com a proposta. É preciso estar em diálogo com artistas e profissionais da cultura de todo o território baiano, e facilitar o acesso aos mecanismos de apoio do Estado. O objetivo final é de fortalecer a rede produtiva de forma descentralizada e criar condições para que ela se mantenha em atividade”, defende Gisele Nussbaumer, Diretora Geral da FUNCEB.

COMO PARTICIPAR

A participação é gratuita e aberta a quaisquer interessados. É sugerida a confirmação de presença através do e-mail videoconferencias.funceb@gmail.com. Existem três formas de participar:

1)      Presencialmente no local da palestra – é aberto o acesso ao auditório do Instituto Anísio Teixeira – IAT, onde estarão presentes os palestrantes. Mediadores garantem a intervenção da plateia.

2)      Presencialmente em salas no interior do Estado – há transmissão em tempo real em salas de 29 municípios baianos: Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Caetité, Feira de Santana, Guanambi, Ibotirama, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Macaúbas, Paulo Afonso, Piritiba, Ribeira do Pombal, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Seabra, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista. Nestes locais, um técnico possibilita a intervenção dos presentes através de sistema on line.

3)      Pela internet – pessoas de qualquer localidade podem acompanhar a videoconferência ao vivo e enviar perguntas, através do site http://ead.sec.ba.gov.br/media.
Locais de exibição no recôncavo:

SANTO AMARO ESCOLA ESTADUAL SENADOR PEDRO LAGO RUA GENERAL ARGOLO S/N.
SANTO ANTÔNIO DE JESUS COLEGIO MODELO LUIS EDUARDO MAGALHAES RUA DO AMPARO S/N AMPARO

SECULT ANUNCIA 18 EDITAIS

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA, através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – IPAC, do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia – IRDEB, da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, da Fundação Pedro Calmon – FPC, e do Núcleo de Culturas Populares e Identitárias, lança os Editais 2010 que vão dar apoio a cerca de 180 projetos culturais nos diversos territórios de identidade do estado. A partir de terça-feira (10/05/2010), os textos e formulários de inscrição estarão disponíveis nos sites de todas as unidades da SecultBA.

Para o secretário de Cultura do Estado Márcio Meirelles, as seleções públicas são uma forma transparente e democrática de seleção. “É evidente o aumento de projetos apoiados em todo o estado desde que adotamos esse sistema”, declara o secretário. “Temos alguns desafios pela frente, até porque foram apenas três anos para implementar uma política pública nova para a máquina pública do nosso estado e relativamente nova no Brasil, mas o Ministério que já está na labuta há oito anos, mostra que a afinação é uma questão de tempo”, completa Meirelles.

Ao todo serão lançados 18 editais nas áreas de apoio às linguagens artísticas, com destaque para um edital de apoio ao Circo, museus e patrimônio, audiovisual, residência artística, intercâmbio, livro, LGBT e Cultura Negra, entre outros. O total de investimentos, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, é da ordem de R$ 9 milhões.

Para o diretor geral do Ipac, Frederico Mendonça, a criação inédita na Bahia de editais para a área de Patrimônio Cultural e Museus integra a política pública de Cultura que vem sendo implantada desde 2007 pela SecultBA. “Esta política, atende antiga reivindicação de profissionais, governos municipais e outras instâncias da sociedade para com a salvaguarda e preservação dos bens culturais, materiais e imateriais, e para os espaços museais com investimentos diretos em áreas onde a única alternativa era o Fazcultura. Com o Fundo de Cultura hoje temos mais opções”, explica o diretor. “Até agora, o IPAC já lançou seis editais para o conjunto das áreas de Patrimônio, Museus e atividades culturais no Pelourinho, totalizando investimento de cerca de R$ 5,6 milhões do Fundo de Cultura da Bahia, para apoio a 81 projetos da sociedade civil”, completa Frederico.

Para a diretora da Funceb, Gisele Nussbaumer, os editais reforçam a política de descentralização e distribuição de recursos para uma ampla diversidade de linguagens artísticas. “De 2007 até agora, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através da Fundação Cultural, investiu mais de R$ 10 milhões em mais de 40 editais de fomento à produção, desenvolvimento e difusão das Artes Visuais, Dança, Música e Teatro na Bahia, possibilitando a execução de mais de 400 projetos”, explica a diretora.

Desde o início das seleções públicas, em 2007, o Governo do Estado da Bahia já lançou 98 editais de apoio às linguagens artísticas, tendo recebido 5.614 inscrições de projetos de todo o estado e apoiado 1.285 iniciativas. Um dos destaques desses investimentos são as ações em Literatura, Livro e Leitura realizadas pela Fundação Pedro Calmon. “O edital de apoio à publicação de obras de autores baianos é destinado à fortalecer o mercado editorial da Bahia, formado por escritores de qualidade reconhecida, editoras que buscam a profissionalização e leitores ávidos por boa literatura”, explica o diretor geral da Fundação Pedro Calmon, Ubiratan Castro de Araújo.

Ele afirma ainda a importância da política pública de editais. “A política de editais é um processo democrático por permitir o acesso de todos os cidadãos, de forma republicana. Outro aspecto positivo é que os méritos dos projetos são garantidos pela avaliação criteriosa de comissões julgadoras formadas por especialistas e representantes da sociedade civil”, explica o diretor.

Quem também explica a importância da política é o diretor geral do IRDEB, Póla Ribeiro “A importância básica do edital para a cultura é seu funcionamento como uma ferramenta de grau elevado de transparência para a sociedade, o que possibilita dar oportunidade igual, com regras claras, para todos agentes culturais. O edital é feito pelo Estado, mas é validado pelas comissões julgadoras formadas por membros da sociedade” explica o diretor.

Como se inscrever – Basta acessar o site da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA www.cultura.ba.gov.br ou das unidades vinculadas para baixar e preencher os formulários, providenciar os documentos, e entregar no prazo estabelecido por cada unidade gerenciadora, cumprindo o regulamento específico em cada edital. Para se inscrever, basta ser pessoa física ou jurídica, maior de 18 anos, residente no estado da Bahia há pelo menos 3 anos.

Veja os editais da Secretaria de Cultura do Estado e seus valores:

Secretaria de Cultura

Apoio à Projetos de ações continuadas de instituições culturais – R$ 1,5 milhão (12 projetos)

Montagem de Espetáculo Teatro no âmbito do convênio France Libertés– R$ 100 mil (1 projeto)

www.cultura.ba.gov.br

Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia – Irdeb

Desenvolvimento de Roteiros – R$ 225 mil (15 projetos)

Curta Metragem – R$ 225 mil (3 projetos)

Festivais e Mostras – R$ 320 mil (6 projetos)

Programa de Rádio – R$ 130 mil (2 projetos)

www.irdeb.ba.gov.br

Fundação Cultural do Estado da Bahia – Funceb

Apoio a Circo – R$ 285 mil (12 projetos)

Grupos Artísticos – R$ 1,23 milhões (18 projetos)*

Produção Dramatúrgica  – R$ 90 mil (6 projetos)

Montagem Espetáculo de Dança – R$ 720 mil (10 projetos)

Montagem Espetáculo de Teatro – R$ 720 mil (10 projetos)

Montagem de Exposição de Artes Visuais – R$ 480 mil (11 projetos)

Circulação de Espetáculos Musicais – R$ 540 mil (9 projetos)

www.funceb.ba.gov.br

*Lançamaneto até final de maio

Insituto de Patrimônio Artístico e Cultural – IPAC

Dinamização de Museus –– R$ 500 mil (13 projetos)

Valorização de Patrimônio –– R$ 260 mil (10 projetos)

www.ipac.ba.gov.br

Fundação Pedro Calmon – FPC

Edição de Livros Autores Baianos – R$ 375 mil (15 projetos)

www.fpc.ba.gov.br

Núcleo de Culturas Populares e Identitárias

Cultura Negra – R$ 300 mil (7 projetos)

LGBT – R$ 250 mil – (6 projetos)

www.cultura.ba.gov.br

Veja os editais já lançados pela Secretaria de Cultura do Estado

Residência Artística – R$ 90 mil (6 projetos)*

Difusão e Intercâmbio – R$ 240 mil (16 projetos)*

www.cultura.ba.gov.br

*Formato de calendário de apoio

Desde 2007 a Secretaria de Cultura vem diversificando os mecanismos de fomento à cultura da Bahia. Hoje, além do Fazcultura, existente desde 1997, é possível apoio a iniciativas culturais através do Fundo de Cultura, do calendário de apoios da Fundação Cultural ou do Microcrédito Cultural. Neste semestre será implantado também, em parceria com o Desenbahia, linha de crédito para o setor produtivo.

Inscrições para editais da Caixa Cultural começaram

A Caixa Econômica Federal anunciou na segunda-feira (19), na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, o conteúdo de quatro editais de apoio a projetos culturais para 2011. A novidade este ano é a criação do Programa CAIXA de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro, em substituição aos programas de Adoção de Entidades Culturais e de Revitalização do Patrimônio Histórico e Cultural Brasileiro. Além do novo edital, serão publicados também o de Ocupação dos Espaços Culturais da CAIXA, o de Apoio ao Artesanato Brasileiro e o de Festivais de Teatro e Dança. Ao todo são R$ 33,1 milhões em investimento cultural. Um dos diferenciais deste ano é que as inscrições de projetos para todos os Programas passam a ser por meio de formulário eletrônico. Até 2009, apenas as inscrições para o Programa de Ocupação dos Espaços da CAIXA Cultural eram feitas por essa ferramenta. Todas as informações necessárias para a inscrição de projetos estarão disponíveis no regulamento de cada programa, no site http://www.caixa.gov.br/caixacultural. Somente as inscrições preenchidas corretamente serão consideradas, não sendo aceitos projetos enviados pelos Correios. As dúvidas relacionadas aos regulamentos deverão ser encaminhadas para a CAIXA exclusivamente por meio do formulário eletrônico na sessão dúvidas. O Edital de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro vai destinar R$ 3 milhões para patrocínio de projetos de preservação, acessibilidade e divulgação do patrimônio cultural nacional em 2011 e 2012. O valor máximo de patrocínio por projeto será de R$ 400 mil. As inscrições vão de 31/05 a 30/07/2010 e o resultado da seleção será divulgado até 29/11/2010. O Programa CAIXA de Apoio ao Artesanato Brasileiro selecionará projetos a serem realizados ao longo de 2011 que visem ao desenvolvimento de comunidades artesãs e à valorização do artesanato tradicional e da cultura brasileira, contemplando várias etapas do processo produtivo. Em 2011, a CAIXA planeja investir no programa cerca de R$ 600 mil, sendo que o valor máximo de patrocínio por projeto será R$ 50 mil. As inscrições irão de 26/04 a 18/06/2010 e os resultados sairão até 20/08/2010. Por fim, o Edital de Festivais de Teatro e Dança vai destinar R$ 3,5 milhões para festivais de teatro e dança que acontecerão em todo o território nacional no período de janeiro a dezembro de 2011. O valor máximo de patrocínio por projeto será de R$ 200 mil. As inscrições vão de 26/04 a 18/06/2010 e os resultados saem até 13/08/2010.

Funarte anuncia 34 editais

R$ 56 milhões para as artes

Funarte lança 34 editais para premiar mil artistas

Com o maior orçamento dos últimos 20 anos definido pelo Ministério da Cultura, a Funarte acaba de lançar 34 editais de fomento às áreas de teatro, dança, circo, artes visuais, fotografia, música, literatura, cultura popular e arte digital. Serão concedidos mil prêmios e bolsas de até R$ 260 mil, para projetos de produção, formação de público, pesquisa, residências artísticas, apoio a festivais e produção crítica sobre arte.

Com investimento total de R$ 56,8 milhões, a Funarte e o Ministério da Cultura acabam de lançar 34 editais de fomento às áreas de teatro, dança, circo, artes visuais, fotografia, música, literatura, cultura popular e arte digital. Serão concedidos mil prêmios e bolsas de até R$ 260 mil, para projetos de produção, formação de público, pesquisa, residências artísticas, apoio a festivais e produção crítica sobre arte.

Foram lançadas as novas edições dos prêmios Myriam Muniz (teatro), Klauss Vianna (dança) e Carequinha (circo) e da Rede Nacional Artes Visuais – que estão entre as principais políticas públicas para as artes no Brasil. O apoio à literatura, à criação em música erudita e à circulação de música popular também está mantido. Além disso, muitas inovações garantem espaço para novos formatos e novas interações estéticas no país.

Pela primeira vez, a Funarte lança editais para seleção de festivais. Há também prêmios para artes cênicas na rua e o apoio a residências artísticas no Brasil e no exterior. A instituição investe na composição de música erudita, em concertos didáticos na rede pública de ensino e na gravação de CDs de música popular. Nas artes visuais, a Funarte volta a apoiar festivais e salões regionais, além de viabilizar projetos de pesquisa e reflexão crítica sobre artes contemporânea. A fotografia será tratada como categoria à parte, com o Prêmio Marc Ferrez.

ORÇAMENTO RECORDE – O orçamento da Funarte para 2010 é de R$ 101,6 milhões – sete vezes maior que o de 2003, e o maior em vinte anos de história da Fundação. Os programas foram elaborados a partir das diretrizes do Plano Nacional de Cultura, do Ministério da Cultura, com ampla participação da sociedade, por meio de diversos encontros com a diretoria colegiada da instituição e com os Colegiados Setoriais. Os projetos inscritos são analisados por comissões externas, contando sempre com representantes de todas as regiões brasileiras. As inscrições estão abertas em todo o país.

Confira os editais 2010 da Funarte/MinC que estão com inscrições abertas:

Prêmio de Produção Crítica em Música – Edital para apoio a dez trabalhos de pesquisa sobre música brasileira, com prêmios de R$ 15 mil para cada contemplado. Inscrições até 26 de maio.

Prêmio de Composição Clássica – Edital para apoio a 70 obras inéditas para a XIX Bienal de Música Brasileira Contemporânea, com prêmios de R$ 8 mil, R$ 10 mil, R$ 15 mil, R$ 20 mil e R$ 30 mil. Inscrições até 30 de setembro.

Prêmio de Concertos Didáticos – Edital para apoio a 16 projetos de concertos didáticos em escolas da rede pública, com prêmios de até R$ 20 mil para cada proposta selecionada. Inscrições até 28 de maio.

Prêmio Circuito de Música Clássica – Edital para apoio a 12 projetos de recitais de música de concerto, com prêmios de até R$ 75 mil para cada proposta selecionada. Inscrições até 27 de maio.

Prêmio Circuito de Música Popular – Edital para apoio a 12 projetos de turnês de espetáculos de música popular, com prêmios de R$ 65 mil para cada proposta selecionada. Inscrições até 26 de maio.

Prêmio de Apoio à Gravação de Música Popular – Edital para apoio a 20 projetos de gravação e difusão da música popular, com prêmios de R$ 35 mil para cada proposta selecionada. Inscrições até 26 de maio.

Prêmio de Dança Klauss Vianna – Edital para apoio a 40 projetos de atividades e espetáculos de dança, com prêmios de R$ 40 mil, R$ 60 mil, R$ 80 mil e R$ 100 mil. Inscrições até 23 de maio.

Prêmio de Teatro Myriam Muniz – Edital para apoio a 34 projetos de circulação de espetáculos, com prêmios de R$ 90 mil e R$ 150 mil, e 36 de montagem de espetáculos, com prêmios de R$ 60 mil, R$ 90 mil e R$ 120 mil. Inscrições até 23 de maio.

Prêmio Festivais de Artes Cênicas – Edital para apoio a 36 projetos de festivais de teatro, circo e dança, com prêmios de R$ 50 mil, R$ 80 mil e R$ 100 mil. Inscrições até 23 de maio.

Bolsa de Residências em Artes Cênicas – Edital para seleção de 43 propostas de residência artística para profissionais de teatro, dança ou circo, com bolsa de R$ 45 mil para cada beneficiado. Inscrições até 23 de maio.

Prêmio Artes Cênicas na Rua – Edital para apoio a 63 projetos de apresentação, registro ou preservação de atividades artísticas, com prêmios de R$ 20 mil, R$ 40 mil e R$ 50 mil. Inscrições até 23 de maio.

IBERESCENA – Fundo intergovernamental de apoio às artes cênicas. Criadores e produtores podem inscrever projetos em quatro categorias. Editais e mais informações em www.iberescena.org.  Inscrições até 3 de setembro.

Prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo – Edital para apoio a 103 projetos de artes circenses nas diversas regiões do país, com prêmios de R$ 15 mil, R$ 25 mil e R$ 40 mil. Inscrições até 23 de maio.

Bolsa para Formação em Artes Circenses – A Escola Nacional de Circo, situada no Rio de Janeiro, amplia seu caráter nacional ao conceder 15 bolsas de R$ 20 mil para alunos de outras áreas. Inscrições abertas até 23 de maio.

Bolsa de Produção Crítica em Culturas Populares e Tradicionais – Edital para apoio a 30 trabalhos de reflexão crítica e teórica sobre a cultura brasileira, com bolsas de R$ 30 mil. Inscrições até 27 de maio.

Rede Nacional Artes Visuais – Edital para apoio a 40 projetos de fomento às artes visuais, com prêmios de R$ 20 mil e R$ 30 mil. Inscrições até 24 de maio.

Bolsa de Estímulo à Criação Artística em Artes Visuais – Edital para apoio a dez trabalhos de criação e de pesquisa em artes visuais, com bolsas de R$ 30 mil. Inscrições até 27 de maio.

Bolsa de Estímulo à Produção Crítica em Artes Visuais – Edital para apoio a dez projetos de produção crítica em artes visuais, com bolsas de R$ 30 mil. Inscrições até 24 de maio.

Apoio a Festivais de Fotografia, Performances e Salões Regionais de Artes Visuais – Edital para apoio à realização de festivais de fotografia e/ou performances e de salões regionais, com prêmios de R$ 95 mil e R$ 260 mil. Inscrições até 24 de maio.

Prêmio Marc Ferrez de Fotografia – Edital de apoio a 36 projetos de no campo da fotografia, com prêmios de R$ 10 mil e R$ 40 mil. Inscrições até 24 de maio.

Conexão Artes Visuais – Edital de apoio a 30 projetos de festivais, salões de arte, mostras, palestras, seminários, debates, oficinas, mapeamentos, publicações e exposições, com prêmios de R$ 55 mil. Inscrições até 8 de maio. Patrocínio: Petrobras.

Bolsa de Criação Literária – Edital para apoio a 60 trabalhos de produção de textos literários, nos gêneros lírico ou narrativo, com bolsas de R$ 30 mil. Inscrições até 27 de maio.

Bolsa de Circulação Literária – Edital para apoio a 50 projetos de atividades de promoção e difusão da literatura, em municípios do Programa Territórios da Cidadania, com bolsas de R$ 40 mil. Inscrições até 27 de maio.

Bolsa de Reflexão Crítica e Produção Cultural para Internet – 60 pesquisadores receberão R$ 30 mil para desenvolver textos críticos sobre arte em mídia digital, ou produzir conteúdo digital para a web.

Prêmio de Arte Contemporânea – Edital para apoio a 15 projetos de artes visuais para exposição nos espaços culturais da Funarte/MinC no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte, com prêmios de R$ 40 mil, R$ 50 mil e R$ 80 mil. Inscrições até 27 de maio.

Além de editais para a ocupação de galerias e outros espaços expositivos, foram lançadas 11 seleções públicas para projetos de música e de artes cênicas a serem desenvolvidos em salas de espetáculos e teatros no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Ascom Funarte

Mais informações: www.funarte.gov.brPortal das Artes Funarte

Lançados novos editais da SID

Três segmentos beneficiados pelas políticas públicas do Ministério da Cultura, por meio da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, poderão se inscrever, a partir desta sexta-feira, 16 de abril, aos primeiros concursos públicos de premiação lançados pela SID/MinC em 2010. Foram publicados no Diário Oficial da União (Seção 3, pags. 13 a 21) os Editais dos Prêmios Cultura Hip Hop 2010 – Edição Preto Ghóez, Culturas Ciganas 2010, Prêmio Inclusão Cultural da Pessoa Idosa 2010 – Edição Inezita Barroso.

Os prêmios, que têm como objetivo dar continuidade às ações do Ministério da Cultura, por meio da SID/MinC, para a promoção e proteção da diversidade cultural do país, somam um total de R$ 2,8 milhões em investimentos, beneficiando 205 iniciativas destes segmentos. As inscrições, para os concursos poderão ser feitas pelos Correios, por áudio, vídeo e pela internet. As inscrições online, no entanto, estarão disponíveis apenas nos próximos dias. A SID/MinC divulgará a data prevista para a implementação deste novo recurso, ainda em fase de testes.

A SID/MinC realizou, entre 2005 e 2009, 15 concursos de seleções públicas de projetos, sendo quatro para o segmento de culturas populares; dois para as culturas indígenas; seis para o segmento LGBT, um para as culturas ciganas; um para a inclusão cultural da pessoa idosa; e um para projetos culturais voltados para pessoas em sofrimento psíquico. Esses editais receberam um total de 7.595 inscrições, das quais 1.190 foram contempladas, em 530 municípios brasileiros. Cerca de R$ 18 milhões foram investidos nesses editais no período de 2005 a 2009.]

Cultura Hip Hop

Dos concursos, voltados para os segmentos dos idosos, ciganos e Hip Hop, o Prêmio Cultura Hip Hop 2010 está sendo lançado pela primeira vez pela SID/MinC. Edital Hip Hop premiará 135 iniciativas do movimento Hip Hop, com o valor de R$ 13 mil, cada, divididas em cinco categorias (ReconhecimentoEscola de RuaCorreriaConhecimento – Quinto ElementoConexões), e homenageará o rapper, compositor e líder do movimento, Preto Ghóez. O Prêmio terá recursos de R$ 1,7 milhão e será realizado em parceria com a Secretaria da Cidadania Cultural (SCC/MinC), o Instituto Empreender e a Ação Educativa. As inscrições estarão abertas até 12 de julho de 2010. Acesse o sítio do Prêmio Cultura Hip Hop no endereço www.premiohiphop.org.br.

Confira o Edital.

Culturas Ciganas

Prêmio Culturas Ciganas 2010 está em sua segunda edição e premiará 30 iniciativas que envolvam trabalhos, individuais ou coletivos, que fortaleçam as expressões culturais ciganas e contribuam para a continuidade e manutenção das identidades dos diferentes clãs e povos presentes no Brasil que somam mais de meio milhão de pessoas. O primeiro Edital de premiação para os ciganos do Brasil foi realizado em 2007, contemplando 20 iniciativas culturais do segmento. A nova edição do Prêmio Culturas Ciganas distribuirá R$ 300 mil em prêmios, sendo R$ 10 mil para cada iniciativa premiada.

O Edital Culturas Ciganas 2010 será realizado em parceria com o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP); com a Presidência da República, por meio da Subsecretaria de Políticas para Comunidades Tradicionais da Secretaria Especial de Promoção de Políticas para a Igualdade Racial (SEPPIR) e da Subsecretaria de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH);  e com a Pastoral dos Nômades do Brasil. As inscrições podem ser feitas até 12 de julho de 2010. Mais informações poderão ser obtidas na página da SID/MinC www.cultura.gov.br/diversidade ou pelo endereço eletrônico culturasciganas@cultura.gov.br.

Confira o Edital.

Cultura do Idoso

Prêmio Inclusão Cultural da Pessoa Idosa 2010 também está em sua segunda edição e renderá homenagem a cantora e compositora Inezita Barroso. O concurso premiará iniciativas culturais que beneficiem, diretamente, pessoas idosas. O primeiro Prêmio da SID/MinC voltado para este segmento foi realizado em 2007, premiando 20 iniciativas culturais.

O Edital disponibilizará R$ 800 mil em investimentos para a premiação de 40 iniciativas que serão contempladas com o valor de R$ 20 mil, cada uma. O Prêmio Inclusão Cultural da Pessoa Idosa 2010 – Edição Inezita Barroso será voltado para projetos culturais nas áreas de Teatro, Dança, Música, Literatura, Artes Visuais e outras formas de expressão artística. O Edital será realizado pela SID/MinC e pelo Instituto Empreender, com recursos da Petrobras por meio da Lei de Incentivo à Cultura. As inscrições se encerram no dia 31 de maio. Acesse a página eletrônica www.cultura.gov.br/diversidade para mais informações.

Confira o Edital.

(Fonte: Heli Espíndola-Comunicação/SID)