Videoconferência debate editais da SECULT

Encontro reúne representantes do Fundo de Cultura da Bahia, FUNCEB, FPC, IPAC, IRDEB e Núcleo de Culturas Populares e Identitárias

Dando seguimento à série de Videoconferências 2010, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) convoca as demais unidades da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA) para apresentar os 18 editais de apoio à produção cultural lançados em conjunto, com recursos do Fundo de Cultura. A Videoconferência Editais Fundo de Cultura 2010 reunirá representantes da FUNCEB, Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), Fundação Pedro Calmon (FPC), Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB) e Núcleo de Culturas Populares e Identitárias (NCI/SecultBA). Na próxima segunda-feira, 17 de maio, das 9h30 às 12 horas, estará aberto este espaço de diálogo público sobre a política de editais, com elucidação das características, mecanismos e objetivos desta importante ferramenta de apoio à cultura. A participação é gratuita e aberta a quaisquer interessados.

Os editais estão com inscrições abertas e contemplam as artes cênicas, circenses, visuais, dança, música, literatura, áudio, audiovisual, museus e patrimônio, cultura negra, cultura LGBT, residência e intercâmbio e somam um investimento total de R$ 9 milhões. Além da fala preparada por cada membro presente, o público poderá contribuir com suas opiniões e dúvidas, estreitando a relação entre a sociedade civil e a gestão pública estadual para o estabelecimento em conjunto de estratégias e aplicações da política cultural da Bahia.

A sessão será realizada a partir do auditório do Instituto Anísio Teixeira – IAT, em parceria com a Secretaria de Educação – SEC, com participantes presentes no local, em Salvador, ou em uma das salas de transmissão localizadas em 29 municípios do interior da Bahia. O público também pode assistir às videoconferências e enviar perguntas pela internet, através do endereço http://ead.sec.ba.gov.br/media.

O projeto se alinha à política de descentralização e interiorização adotada pelo Governo do Estado e busca também ampliar a presença dos órgãos gestores de cultura em todo o território baiano. A parceria com a SEC se dá através do programa Rede Educação, que democratiza ações educacionais com soluções tecnológicas que promovem a Educação à Distância.

“Um grande desafio da FUNCEB, em consonância com a política da gestão da SECULT, é consolidar ações estruturantes para a cultura do Estado. Para tanto, são fundamentais a aproximação com a classe artística e a capacitação de atores neste processo. As videoconferências se apresentam como mais um instrumento que colabora com a proposta. É preciso estar em diálogo com artistas e profissionais da cultura de todo o território baiano, e facilitar o acesso aos mecanismos de apoio do Estado. O objetivo final é de fortalecer a rede produtiva de forma descentralizada e criar condições para que ela se mantenha em atividade”, defende Gisele Nussbaumer, Diretora Geral da FUNCEB.

COMO PARTICIPAR

A participação é gratuita e aberta a quaisquer interessados. É sugerida a confirmação de presença através do e-mail videoconferencias.funceb@gmail.com. Existem três formas de participar:

1)      Presencialmente no local da palestra – é aberto o acesso ao auditório do Instituto Anísio Teixeira – IAT, onde estarão presentes os palestrantes. Mediadores garantem a intervenção da plateia.

2)      Presencialmente em salas no interior do Estado – há transmissão em tempo real em salas de 29 municípios baianos: Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Caetité, Feira de Santana, Guanambi, Ibotirama, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Macaúbas, Paulo Afonso, Piritiba, Ribeira do Pombal, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Seabra, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista. Nestes locais, um técnico possibilita a intervenção dos presentes através de sistema on line.

3)      Pela internet – pessoas de qualquer localidade podem acompanhar a videoconferência ao vivo e enviar perguntas, através do site http://ead.sec.ba.gov.br/media.
Locais de exibição no recôncavo:

SANTO AMARO ESCOLA ESTADUAL SENADOR PEDRO LAGO RUA GENERAL ARGOLO S/N.
SANTO ANTÔNIO DE JESUS COLEGIO MODELO LUIS EDUARDO MAGALHAES RUA DO AMPARO S/N AMPARO

Bembé do Mercado começa hoje

Santo Amaro inicia hoje a rememoração da luta escrava pela liberdade com seu Bembé do Mercado, trazendo muito candomblé, cultura africana e discussões à pauta.

Bembé do Mercado

A festa, conhecida como Bembé do Mercado completa 121 anos e traz uma movimentada e rica programação cultural, de 12 a 16 de maio, na cidade mais famosa do recôncavo baiano, Santo Amaro. Turistas e moradores se misturam nesta grande manifestação popular, que este ano celebra a abolição da escravatura com muita dança, música, culinária, exposições e debates. A grande homenageada do ano é Mãe Lídia – filha de Oxalufan, e uma das maiores incentivadores do evento.

Manifestações Culturais

Além do Bembé, com a participação de mais de 40 terreiros, várias apresentações como o Maculelê, a Capoeira, o Samba de Roda Raízes de Acupe, Samba de Saubara, Samba Chula de São Brás, Samba de Nicinha, e shows de Roberto Mendes e banda Baianos Luz, acontecem no Mercado de Santo Amaro. Além das manifestações tradicionais, a festa oferece aos visitantes barracas de comidas típicas do recôncavo com maniçoba, feijoada, sarapatel e maturi.

BEMBÉ DO MERCADO E AS CELEBRAÇÕES DA LIBERDADE:

• 1ª Mesa: Joaquim Nabuco e os Abolicionistas Naiano (sexta-feira)
• 2ª Mesa: João de Obá e outras celebrações do 13 de maio (sábado / manhã)
• 3ª Mesa: 13 de maio, Quilombo dos Palmares e outros sonhos de liberdade (sábado / tarde)